Uma reunião prevista para a tarde desta quarta-feira (5), na Superintendência da Polícia Rodoviária Federal em Alagoas, vai definir medidas de contingenciamento que serão adotadas no estado após cortes orçamentários impostos pelo governo federal. A redução das atividades segue orientação nacional para adequação à nova realidade.

img class=alignnone size-full wp-image-1143 src=http://jornalmaceio.com.br/wp-content/uploads/2017/07/prf.jpg alt= width=900 height=675 /

Entre as medidas que serão discutidas pelos policiais estão a suspensão, a partir desta quinta-feira, dos serviços de escolta de cargas e escoltas em rodovias federais; a suspensão imediata das atividades aéreas de policiamento e de resgate; a redução dos deslocamentos terrestres com viaturas; e o desativamento de unidades operacionais.

Buscaremos diminuir o prejuízo no atendimento de ocorrências emergenciais, priorizando atendimento de acidentes com vítimas, auxílios que sejam de competência exclusiva da PRF e enfrentamento a ilícitos, informaram em nota os patrulheiros federais.

O horário de funcionamento das unidades administrativas também será alterado, com priorização de atendimento ao público entre 9h e 13h. As superintendências regionais da PRF divulgarão novos horários de funcionamento e atendimento.

Esclarecemos que a Polícia Rodoviária Federal, em conjunto com Ministério da Justiça e Segurança Pública, já está em tratativas com Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para uma célere recomposição do orçamento e consequente restabelecimento dos serviços e normalização da atuação da instituição, acrescenta a nota.

A assessoria de comunicação da PRF em Alagoas informou que não deve haver fechamento de Unidades Operacionais no estado. Na última sexta-feira, a instituição fez a entrega oficial do espaço que ocupava na rotatória da Avenida Durval de Góes Monteiro. Segundo a assessoria, não há novas unidades para serem fechadas.

COMPARTILHAR