A Associação dos Cabos e Soldados em Alagoas (ACS), o Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) e a Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (Assomal) criaram uma campanha em apoio aos policiais militares, civis e bombeiros do Rio Grande do Norte, que decretaram no dia 19 de dezembro.

Entre as reivindicações, os servidores do Rio Grande do Norte querem o pagamento dos salários de novembro e dezembro e o 13º de 2017. Além disso, eles pedem que o governo não reconheça o movimento como greve, de modo que não haja procedimentos disciplinares contra os militares.

Em Alagoas, os policiais civis e militares resolveram arrecadar alimentos para entregar aos grevistas. O presidente da Associação dos Cabos e Soldados em Alagoas, Cabo Wellington, pediu o apoio para as doações, que deveram ser entregues na sede da Assomal até a próxima terça-feira (9).

“Pedimos o apoio de todos com os donativos em prol dos policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte que se encontram com salários atrasados e precisam de apoio’, destacou o Cabo Wellington.

Em um vídeo divulgado pelo Sindpol, o presidente do sindicato, Ricardo Nazáro, reforça o pedido de apoio de toda categoria.

Na próxima segunda-feira, os dirigentes do Sindpol, Jânio Vieira, Stélio Pimentel Júnior e Vicente Higino, viajam para o Rio Grande do Norte para apoiar os policiais.